Share
Desisão do STF sobre prisões mostra que Brasil não tem castas, diz Moro

Desisão do STF sobre prisões mostra que Brasil não tem castas, diz Moro

ESTELITA HASS CARAZZAI
CURITIBA, PR (FOLHAPRESS) – O juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato, declarou em nota que a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que manteve entendimento de que suspeitos podem ser presos após condenação em segunda instância, mostrou que o Brasil “não é uma sociedade de castas”.
Antes, o réu poderia recorrer em liberdade até decisões do STJ (Superior Tribunal de Justiça) ou do STF.
“Com o julgamento de ­ontem, o Supremo, com­ respeito à minoria vencida, decidiu que n­ão somos uma sociedad­e de castas e que mes­mo crimes cometidos p­or poderosos encontra­rão uma resposta na J­ustiça criminal. Somo­s uma democracia, afi­nal”, disse o juiz, em nota.
Moro era uma das principais vozes a favor da prisão após julgamento em segunda instância, no caso de crimes graves.
Para ele, o excesso de recursos às cortes superiores contribuía para a impunidade, especialmente dos mais poderosos.

Deixe seu Comentário