Share
CPTM começa o teste para uso de celular no lugar de bilhete unitário

CPTM começa o teste para uso de celular no lugar de bilhete unitário

AVALIAÇÃO – Por enquanto, o novo serviço está limitado aos usuários do sistema na estação Tamanduateí, da linha 10-turquesa

Nesta segunda (24), a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) iniciou um teste com um novo modelo de bilhetagem por QR Code, um tipo de código de barras, na estação Tamanduateí, da linha 10-turquesa.

O objetivo é verificar a viabilidade da implantação desse sistema, que permite que o passageiro compre o bilhete antes pela internet e, com o código na tela do celular, passe direto pela catraca. Segundo a CPTM, a medida busca oferecer agilidade aos usuários e reduzir os custos de operação da empresa.

Por enquanto, a experiência é feita com o QR Code impresso em papel. Na bilheteria, o passageiro pode escolher entre o tradicional bilhete unitário ou o novo, para participar do teste. Uma das catracas está adaptada para fazer a leitura do cartão. Nos primeiros 15 dias de teste, a venda desse bilhete será realizada das 9h às 16h.

A previsão é que, até o fim deste ano, outras cinco estações experimentem o sistema: Vila Aurora, na linha 7-rubi; Lapa, na linha 8-diamante; Autódromo, na Linha 9-esmeralda; Dom Bosco, na linha 11-coral e USP-Leste, na linha 12-safira.

Elas foram escolhidas por apresentar maior volume de utilização de bilhetes unitários. Na CPTM, cerca de 20% dos usuários utilizam cartões desse tipo. O período de testes vai durar seis meses.

 

Deixe seu Comentário