Share

Abstenção no 1º dia do Enem foi de 24,9%, menor percentual desde 2009

 

A presidente do Inep, Maria Inês Fini, em entrevista coletiva neste domingo (4), afirmou que o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 registrou o menor índice de estudantes ausentes desde 2009. Dos 5,5 milhões de inscritos na edição deste ano do Enem, apenas 24,9% não compareceram para fazer o exame, informou. O número de candidatos que realizaram as provas foi 4.139.319.

Maria Inês e o ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, concederam uma entrevista coletiva na noite deste domingo, em Brasília, para prestar esclarecimentos sobre o primeiro dia de provas do exame. A avaliação do governo é de que a primeira etapa do Enem foi tranquila, apesar de problemas pontuais registrados em razão de falta de energia elétrica.

A aplicação da prova, disse Rossieli, foi interrompida por conta de falta de energia elétrica em um dos locais de prova de Franca, no interior de São Paulo, e no município de Porto Nacional, em Tocantins.

Já o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou na tarde deste domingo, que “em todo o país, o Enem transcorre na mais absoluta tranquilidade e segurança e espero que assim seja”, afirmou.

Jungmann disse que os malotes de provas foram entregues em 1.725 municípios que realizaram provas. De acordo com ele, são 1.0718 locais de aplicação de provas n o país e 30 mil homens e mulheres fizeram a segurança do exame nacional no primeiro dia de provas.

Jungmann acompanhou o início dos trabalhos no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) acompanhado pelo presidente Michel Temer e pelo ministro da Educação.

 

 

Foto: Renato S. Cerqueira AE

Deixe seu Comentário