Share
Indústria paulista fecha 3,5 mil vagas de emprego em julho ante junho, diz Fiesp

Indústria paulista fecha 3,5 mil vagas de emprego em julho ante junho, diz Fiesp

Agência Estado – Foto: Imprensa Volkswagem 

A indústria paulista fechou 3,5 mil vagas de emprego em julho na comparação com junho, na série sem ajuste sazonal, informou a Federação e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp). Com ajuste, houve queda de 0,26% no nível de emprego. No acumulado do ano, o saldo também é negativo, em mil vagas. 

“Esta redução já era esperada para o mês de julho, conforme havia sido sinalizado pela pesquisa Sensor. O avanço na agenda das reformas pode dar fôlego ao crescimento da economia, gerando emprego no setor industrial”, diz José Ricardo Roriz, 2º vice-presidente da Fiesp e do Ciesp.

Entre os setores acompanhados pela pesquisa, 41% apresentaram variações negativas, com nove demitindo, oito contratando e cinco permanecendo estáveis. 

Os principais destaques negativos ficaram por conta de veículos automotores, reboques e carroceria (-2.163), couro e calçados (-966) e produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos (-565).

No campo positivo ficaram, principalmente, confecção de artigos do vestuário e acessórios (499); produtos farmoquímicos e farmacêuticos (349) e celulose, papel e produtos de papel (305).

Também houve recuo generalizado pelas regiões do Estado: Grande São Paulo (-0,23%), ABCD (-0,67%) e no Interior (-0,09%). Entre as 37 diretorias regionais, 51% apresentaram resultados negativos. 

Nas 19 regiões negativas, destaque para São Bernardo (-1,54%), com o fechamento de 1.050 vagas, por veículos automotores e autopeças (-1,91%) e produtos de borracha e plástico (-10,61%).

Por outro lado, Botucatu foi o destaque positivo (1,05%), com geração de 350 vagas, influenciada por confecção e artigos do vestuário (5,05%), e veículos automotores e autopeças (0,55%).

Deixe seu Comentário