Share
Chegada de furacão aos EUA coloca seleção brasileira em alerta antes de amistoso

Chegada de furacão aos EUA coloca seleção brasileira em alerta antes de amistoso

Agência Estado – Foto: Tomaz Silva/ABr

A chegada do furacão Dorian à Flórida colocou a CBF em estado de alerta. A seleção brasileira disputará na próxima sexta-feira, 6 de setembro, um amistoso contra a Colômbia em Miami, cidade que pode ser atingida nos próximos dias por ventos de mais de 200 km/h. A previsão é de que o técnico Tite, sua comissão técnica e os jogadores comecem a desembarcar em Miami na madrugada deste sábado para domingo.

Por causa do furacão Dorian, a CBF informou que tem monitorado “com cuidado” a situação. Dirigentes estão em contato direto com a organização do amistoso e recebendo boletins de atualização sobre as condições meteorológicas. Até o momento, no entanto, a programação de treinos e o amistoso em Miami ainda não sofreu alterações. O quadro, porém, pode mudar se o aeroporto da cidade for fechado e impedir a chegada da delegação brasileira aos EUA.

Na segunda-feira, está previsto que o técnico Tite comande o primeiro treino em solo americano na Barry University, em Miami. O Brasil vai treinar no mesmo local até quarta-feira. No dia seguinte, véspera de jogo, o treino será no Hard Rock Stadium, estádio palco do amistoso do dia seguinte com a Colômbia. 

Pela programação, a delegação brasileira viaja para Los Angeles no sábado. O Brasil faz um amistoso na cidade na terça-feira contra o Peru no dia 10 de setembro.

O presidente dos EUA, Donald Trump, já declarou estado de emergência na Flórida por causa do furacão Dorian. O Centro Nacional de Furacões (NHC), sediado em Miami, emitiu um alerta de furacão para o noroeste das Bahamas nesta sexta-feira e disse que o risco de “ventos devastadores com a força de um furacão ao longo da costa leste no final deste fim de semana e no início da próxima semana continua a aumentar”.

O governador da Flórida, Ron DeSantis, ativou 2,5 mil soldados da Guarda Nacional. Outros 1,5 mil estão de prontidão. Meteorologistas preveem que a tempestade ficará mais feroz à medida que frear seu avanço pelas águas quentes próximas do litoral, chegando à terra firme na noite de segunda-feira ou na manhã de terça-feira. 

Ventos de tempestade tropical podem ser sentidos na Flórida já na noite de sábado. Se a tempestade chegar à categoria 4 até domingo, como esperado, seus ventos soprarão a mais de 208 km/h. “Agora ela está parecendo um verdadeiro monstro”, disse Trump, em um vídeo publicado no Twitter. Alimento e água estão sendo enviados à Flórida.

Deixe seu Comentário